Descubra Como A Apuracao De Impostos Adequada Pode Ser Uma Aliada Para A Lucratividade Do Seu Negocio Blog - Nacional Contabilidade

Apuração de impostos: saiba por que é uma aliada para a lucratividade

Apuração de impostos: um aliado para resguardar seus lucros!

Entenda aquilo de que é preciso para que a apuração de impostos seja uma aliada para a lucratividade do seu negócio

Você conhece a apuração de impostos de uma empresa e como ela pode ser uma aliada para resguardar seus lucros?

Trata-se de um processo que vai muito além da emissão das guias tributárias para recolhimento de tributos estaduais e federais. 

Para isso, é necessário escolher o melhor regime tributário, estudar a legislação que afeta a empresa, além de identificar quais são as obrigações que devem ser seguidas, calcular os tributos, entre outras rotinas.

Na verdade, é uma rotina com o desígnio de recolher corretamente todos os tributos devidos por uma organização, sendo um processo eficiente que ajuda você a evitar diversas situações que seriam prejudiciais para a empresa. Venha saber mais a seguir!

Apuração de impostos

A apuração de impostos é uma ação de extrema importância para empresas de todos os portes e de todos os segmentos. 

É um elemento fundamental no processo de observação das incumbências tributárias, contábeis e fiscais que comprovam a regularidade conforme as leis nacionais.

Independente do porte da empresa, ela deverá dar atenção ao cumprimento das obrigações contábeis e fiscais exigidas pela legislação.

São cálculos dos impostos de pagamento obrigatório, que vão depender de vários fatores, como produtos, serviços, comércio, indústria, estado, entre outros.

Para isso, é necessário compreender toda operação que a empresa está desenvolvendo e o local onde ela é feita, checando o que deve ser tributado ou não.

Mas por que a apuração de impostos é importante?

A apuração de impostos é necessária pelo fato de que qualquer cálculo errado pode gerar penalidades graves para a empresa, como multas e certidões negativas, podendo ocorrer até mesmo a suspensão das atividades.

É preciso sempre estar em ordem com a maneira correta de mensurar os impostos, justamente a fim de que a companhia possa continuar funcionando plenamente.

Veja os benefícios quando é realizada a apuração de forma correta:

  • Diminuição da carga tributária;
  • Enriquecimento da imagem da empresa perante o mercado;
  • Chances de sobrevivência e de sucesso da empresa;
  • Otimização dos procedimentos para cumprir as obrigações tributárias.

Saiba que há diferentes estratégias que podem ser aplicadas pelos gestores para realizar a apuração corretamente.

A apuração de impostos excede a existência de guias tributárias para recolhimento de tributos federais, estaduais e municipais. 

Para isso, estabeleça o regime tributário mais adequado para sua empresa, de acordo com seus objetivos e com a legislação, verificando as obrigações.

Vantagens de apuração de impostos:

  • Impedir abuso ao pagar impostos;
  • Impedir juros e multas;
  • Promover o acesso a linhas de crédito; 
  • Impedir responder a processos judiciais;
  • Eliminar custos;
  • Auxiliar no planejamento financeiro, incluindo aspectos como investimentos;
  • Beneficiar as tomadas de decisão estratégicas.

Conclusão

Essa apuração é uma das principais preocupações em relação às obrigações legais que devem ser seguidas para a continuidade de suas atividades.

A apuração de impostos é formada com base na opção tributária que a empresa escolher, podendo ser no regime de Lucro Real, de Lucro Presumido ou de Simples Nacional, de acordo com a legislação vigente para sua correta execução. 

Seu cálculo poderá ser feito por meio das receitas mensais ou através dos resultados auferidos em balanços ou balancetes. 

Ao optar pelo regime tributário, esse deverá ser feito todos os anos.

Gostou? Entre em contato ainda hoje e conheça nossos serviços.

Tenha uma apuração de impostos aliada para a lucratividade do seu negócio

Recupere Tudo Que Voce Pagou Mais Ao Governo Nos Ultimos 5 Anos Blog - Nacional Contabilidade

Recuperação de crédito tributário: entenda como realizar

Recuperação de crédito tributário: a melhor chance de ter um caixa rápido na sua empresa

Saiba como garantir a recuperação de crédito tributário e dê fôlego financeiro ao seu negócio

Quando o assunto é empresa e dinheiro, perder não é uma possibilidade que se encaixa! Por isso, a recuperação de crédito tributário é sempre bem-vinda, afinal trata-se de um meio de a sua empresa ter fôlego de caixa de forma rápida e eficaz.

O processo de recuperação de crédito tributário está previsto na legislação tributária; através disso, você pode receber de volta os valores de impostos e dos tributos que foram pagos indevidamente ou em valor maior que o proposto.

Nesse sentido, esse é um ótimo caminho para que a sua empresa tenha um valor no caixa de forma rápida.

Para saber mais, continue a leitura do texto!

Recuperação de crédito e o alívio nas contas

Muitas vezes, por falta de planejamento, as empresas acabam passando por um aperto financeiro muito grande, o que as leva a recorrer a empréstimos.

As razões para isso envolvem problemas na gestão financeira, como também a ocorrência de crises financeiras no país.

Contudo, recorrer a uma recuperação de crédito tributário é uma a solução e alívio para muitas empresas.

A fim de você entender melhor isso, iremos explanar mais sobre esse assunto agora.

O processo de recuperação é realizado de acordo com os valores pagos aos órgãos de arrecadação para quitar as obrigações tributárias.

Para isso, é necessário que aconteça um levantamento dos créditos fiscais para, assim, identificar possíveis valores que são passíveis de recuperação.

Quais impostos geram créditos tributários?

Você pode recuperar os créditos dos seguintes tributos: 

  • PIS
  • CONFINS
  • IRPJ
  • INSS
  • IPI
  • ICMS
  • ISS, e mais alguns outros.

Processo de recuperação de créditos tributários

Para fazer essa recuperação, é preciso que você se atente a tais necessidades: 

  • Uma revisão tributária;
  • Profissionais capacitados e de qualidade.

Dessa forma, um cruzamento de informações e uma busca minuciosa bibliográfica na jurisprudência são realizados, de forma a identificar os créditos.

Nesse viés, depois de realizado todo esse processo, é possível concluir se é possível realizar a recuperação de crédito tributário.

A partir disso, a empresa tem a permissão de apresentar um pedido eletrônico de restituição, de reembolso ou de ressarcimento, além da declaração de compensação. 

Contudo, esse processo pode ser um pouco demorado, devido à análise da Receita Federal.

Portanto, contar com especialistas para fazer esse trabalho é essencial! Afinal, nada melhor do que confiar em quem entende do assunto e com quem sabe como acelerar o processo.

Conclusão

A recuperação de crédito tributário é uma grande ajuda para uma empresa que está passando por um momento delicado financeiramente.

Nesse contexto, recorrer a essa solução é a sua melhor chance de ter um caixa rápido na empresa!

Logo, ir em busca de uma recuperação de crédito evitará que você tenha que ir em busca de um empréstimo, o que poderia acarretar mais dívidas. 

Por isso, contar com uma contabilidade para te ajudar nesse momento é essencial, para que nada seja perdido! Por meio do serviço de profissionais contábeis qualificados, você consegue ter um caixa de forma rápida e de qualidade para a sua empresa.

Optar pela recuperação de crédito tributário é uma ótima opção para conseguir caixa de qualidade e para poder investir mais no seu produto ou serviço!

Garantir a recuperação de crédito tributário e dar fôlego financeiro ao seu negócio

Confira Agora As Consequencias De Nao Contar Com Uma Boa Gestao Fiscal Em Seu Negocio Post (1) - Nacional Contabilidade

Gestão fiscal – quais as consequências de não obter?

Confira agora as consequências de não obter uma boa gestão fiscal

Sem uma gestão fiscal eficiente, sua empresa pode sofrer uma série de consequências perigosas para o seu sucesso

Investir em uma gestão fiscal deve ser uma prioridade para a empresa e não ficar em segundo plano. 

Essa gestão é o percurso mais seguro para você manter as contas de uma empresa em dia e para, como consequência, melhorar a sua saúde financeira.

Por outro lado, sua falta pode ocasionar situações desastrosas e com grande impacto na saúde empresarial.

E, devido à carga tributária complexa brasileira, essa gestão se torna a melhor alternativa para reduzir a carga tributária.

A grande verdade é que esse é um impasse no desenvolvimento de muitas empresas, então continue conosco e saiba mais a seguir!

Consequências de não obter uma gestão fiscal

1- Equívoco na classificação fiscal

A primeira consequência de não ter uma gestão fiscal é você errar na classificação fiscal.

Dessa forma, sua empresa pode pagar mais impostos do que deveria, simplesmente porque a classificação fiscal dos produtos está errada. 

Além disso, você também poderá pagar muito menos impostos e ficar em débito com o  Fisco, o que também é preocupante.

Afinal, as multas decorrentes desse erro podem ser muito caras para o orçamento da empresa. 

Sendo assim, a única forma de garantir que sua empresa pague o valor correto do imposto é classificando o imposto correto para cada produto vendido.

2- Pagamento indevido de impostos

Outra consequência perigosa está relacionada às irregularidades no pagamento de impostos.

Afinal, deixar de pagar impostos em dia é mais perigoso do que se imaginava e pode impedir a empresa de manter contato com o IRS. 

O risco de fazer isso é que, além de multas e de juros sobre impostos pendentes, a empresa também pode ser prejudicada quando tentar obter empréstimos ou investir.

Você poderá usar de normas tributárias desatualizadas, que pode ser um erro aparentemente simples, mas que afeta muito as empresas.

As regras e os regulamentos fiscais estão em constante mudança, o que afeta diretamente o valor da tributação. 

Com uma boa gestão tributária, é possível identificar novos impostos, criar novos impostos e outras alterações. 

Quando esse tipo de gerenciamento precipitado é feito, sua empresa tornará as questões regulatórias obsoletas, arriscando-se ao fracasso e até mesmo incorrendo em perdas.

3- Falta de recolhimento de imposto indireto

O imposto direto refere-se às despesas que constituem o preço do produto, mas não estão incluídas na fatura. 

A falta de gestão fiscal pode deixar de cobrir esses impostos e fazer com que a empresa sofra prejuízos.

Se você pagar impostos indevidamente, poderá ser multado, e os produtos/serviços terão preços incorretos; nessa perspectiva, sua empresa poderá enfrentar sérios problemas financeiros. 

4- As penalidades fiscais

A consequência mais séria da má gestão fiscal diz respeito às penalidades fiscais. 

De acordo com a Lei nº 4.729 de 14 de julho de 1965, o não pagamento de tributos é crime e pode causar alguns transtornos à empresa e a seus proprietários.

Todo cuidado é pouco!

Muitos gestores têm medo do Fisco, o que é correto, pois: 

  1. As questões tributárias do Brasil são muito complicadas;
  2. Multas são aplicadas a pessoas que declararam impostos incorretamente. 

Nesse sentido, deve haver um cuidado minucioso para evitar riscos financeiros, afinal a empresa estará sujeita a sanções administrativas, a multas e a congelamento de certificados que comprovam sua regularidade financeira.

A maioria dos erros é de humanos ou de procedimento, portanto ter uma gestão fiscal é primordial.

Uma contabilidade pode te ajudar!

Então, se você deseja ficar cada vez mais longe dessas consequências, conte com o suporte de uma contabilidade que possa executar uma boa gestão fiscal em seu negócio.

Os profissionais contábeis têm a expertise necessária para realizar as ações que te manterão em dia e, ao mesmo tempo, com um caixa saudável.

Portanto, não perca mais tempo e entre em contato conosco agora mesmo para encontrar a contabilidade perfeita para o seu negócio!

QUERO OBTER UMA GESTÃO FISCAL EM MINHA EMPRESA

SAIBA O POR QUE VOCE PRECISA DE UMA CONSULTORIA FISCAL PRA ONTEM - POST (1)

Por que você precisa de uma consultoria fiscal?

Saiba por que você precisa de uma consultoria fiscal o quanto antes

Uma consultoria fiscal pode ser determinante para o sucesso da sua empresa

Você ainda não possui uma consultoria fiscal em sua empresa?

Essa consultoria é bastante necessária, pois oferece à sua gestão uma visão externa relacionada às questões tributárias, além de direcionamentos para melhorias nesse aspecto por parte do profissional contratado.

Nesse sentido, a consultoria será uma prestação de serviço que irá adequar os procedimentos à empresa contratante, logo, cumprirá regularmente todas as obrigações fiscais, além de apontar alternativas para redução da carga tributária de maneira legal.

Venha saber o motivo pelo qual você deve contratar uma consultoria urgente para sua empresa ou comércio.

Consultoria fiscal agora mesmo em sua empresa

Quando você, empresário, decide contratar uma consultoria fiscal, você está à procura de um parceiro para resolver um problema, que irá entender o seu processo, pesquisá-lo, sentir-se angustiado e mostrar simpatia ao propor soluções.

Não adianta contratar uma consultoria que não entenda ou não monitore suas necessidades, pois isso só prejudicará o resultado e será prejudicial para todos. Por isso, confira algumas atuações da consultoria fiscal:

  • Analisar todos os procedimentos;
  • Orientar a empresa no sentido de uma estratégia para reduzir a carga tributária;
  • Avaliar o uso estratégico de incentivos fiscais públicos para redução de impostos;
  • Analisar os documentos da empresa e conferir se existem direitos não exercidos por ela;
  • Providenciar as documentações fiscais necessárias;
  • Reduzir o impacto tributário nos negócios;
  • Criar um planejamento tributário, abrangendo as melhores estratégias e orientações.

Existem três principais regimes fiscais que sua empresa pode usar: Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional, e como todos têm regras específicas, a consultoria fiscal poderá ajudá-lo a escolher o plano mais vantajoso.

O planejamento tributário é uma das melhores ferramentas de gestão que um negócio pode ter, afinal, a situação fiscal pode mudar de um ano para o outro e, com isso, você precisará redesenhar os procedimentos de tributação obrigatória. 

Esse processo ajuda na prevenção e no controle de crises financeiras, pois a consultoria fiscal o ajudará a traçar medidas preventivas, garantindo que sua empresa não caia em despesas inesperadas que possam prejudicar o fluxo de caixa.

Afinal de contas, no competitivo mercado em que estamos, os empreendimentos devem buscar formas de otimizar operações, reduzir custos e gerenciar pessoas. Essa consultoria almeja que as empresas assumam a responsabilidade financeira perante os governos, além de desenvolverem alternativas viáveis, se comprometendo com a legislação vigente.

Conclusão

A consultoria fiscal é um serviço que não só analisa o cálculo do imposto sobre uma empresa, mas pode amenizar os riscos por meio do planejamento e da conformidade tributária.

Além de apurar impostos e gerenciar o cumprimento dessas obrigações, os profissionais que atuam junto aos consultores tributários também estão em posição estratégica.

Afinal, eles acompanham a mão de obra e os serviços da empresa junto às questões relacionadas ao arcabouço financeiro e tributário, bem como os assuntos comerciais.

Portanto, esse é um serviço especializado para auxiliar empresas, pois a tributação hoje é um dos maiores gastos de uma organização.

Gostou? Entre em contato ainda hoje e conheça nossos serviços.

QUERO ENTRAR EM CONTATO!

DESCUBRA AGORA QUAL E A IMPORTANCIA DO PLANEJAMTNO TRIBUTARIO PARA A SUA EMPRESA + POST (1)

Planejamento tributário: o caixa da sua empresa agradece!

Descubra agora por que o planejamento tributário é tão importante!

Descubra agora mesmo o que um bom planejamento tributário pode fazer pela sua empresa

O planejamento tributário é necessário devido a complexa carga tributária que incide sobre as empresas brasileiras.

Este planejamento engloba um conjunto de sistemas legais com o objetivo de diminuir o pagamento de tributos.

E mesmo no Simples Nacional, muitas dúvidas surgem na hora de cumprir com as obrigações fiscais, por isso, o planejamento é necessário.

Dessa forma, é preciso que você, empresário, saiba que são muitas as regras a serem respeitadas e que você ficará sujeito a multas caso não planeje o pagamento dos tributos. 

Assim, além de contar com um contador, é preciso que você conheça pelo menos o básico.

Portanto, aproveite a leitura deste texto!

Planejamento tributário – o que é? 

O planejamento tributário é a gestão da receita tributária de uma empresa e também o estudo da lei para reduzir sua carga tributária. 

Assim como os administradores gerenciam estoques, vendas, recursos humanos e outras áreas, o cumprimento das obrigações fiscais também deve ser administrado de forma organizada.

Nos dias de hoje, temos quatro grandes regimes de tributação no Brasil:

A gestão operacional trata-se dos conhecimentos e procedimentos básicos estabelecidos em sua empresa para atender todos os requisitos legais. 

Ou seja, para cumprir a correta escrituração dos processos e o pagamento dos impostos em dia, é necessário incluir essas tarefas na rotina de trabalho e alinhá-las com a equipe de contabilidade.

Já a gestão do planejamento tributário estratégico torna os planos operacionais possíveis, mas, para isso, você deve primeiro desenvolver uma estratégia.

Isso tudo se dará por meio da classificação da empresa no sistema tributário mais conveniente e uma compreensão de outros conhecimentos específicos de impostos, dependendo da indústria, estrutura de capital, localização geográfica, recrutamento de recursos humanos, entre outros. 

Por que o planejamento tributário é tão importante?

Em outras palavras, ao contrário do que muitos acreditam, o planejamento tributário é mais que apenas cumprir as obrigações em dia e registrar receitas e despesas em meio eletrônico. 

Estamos falando de planos que envolvem entender, analisar, pesquisar e verificar todos os formulários fiscais existentes relacionados ao seu negócio. 

É importante lembrar que o planejamento tributário não é exclusividade das grandes empresas.

De pequenas a grandes empresas com subsidiárias no Brasil, todas podem usar o planejamento tributário como uma ferramenta de redução de impostos, simplesmente realizando essa análise e gestão tributária. 

O que muda é como aplicar esse plano e, independentemente do tamanho da organização, é possível que ela se encaixe em uma dessas duas grandes esferas nas quais a gestão de tributos pode ser aplicada. 

Como ter certeza de que estou realizando o processo da forma correta?

O planejamento tributário é um método em conformidade com a lei que visa reduzir a carga tributária das pessoas jurídicas. 

Ou seja, trata-se de um estudo realizado antes da realização do fato gerador e, na maioria dos casos, a escolha deve ser feita entre a escolha do melhor imposto para a empresa. 

No entanto, é preciso ter cuidado para não confundir esse tipo de análise com sonegação fiscal, pois o plano é escolher entre duas ou mais opções legais para minimizar os custos tributários. 

Tenha o suporte de uma contabilidade!

Não sabe como realizar um plano tributário da forma correta e, assim, evitar problemas relacionados à sonegação de impostos?

Então a melhor alternativa é contar com uma contabilidade que ofereça um serviço de planejamento tributário de qualidade!

Os profissionais dessa área podem realizar todos os processos mencionados no artigo e garantir as vantagens que o seu negócio merece!

Por isso, não perca mais tempo e entre em contato conosco agora mesmo para obter o suporte de quem entende do assunto!

QUERO ENTRAR EM CONTATO!