Descubra Agora Se A Sua Empresa Esta Lucrando Ou Tendo Prejuizo Por Meio Do Dre Blog - Nacional Contabilidade

DRE – descubra se sua empresa está tendo lucro ou prejuízo

Descubra agora como o DRE pode lhe mostrar se a sua empresa está no caminho certo!

Conhecer os resultados da sua empresa é fundamental para tomar as medidas ideais para o seu sucesso financeiro

Muitos empreendedores iniciam suas atividades sem dispor de determinados conhecimentos básicos e essenciais para a gestão de uma empresa, como, por exemplo, sobre o DRE e sobre a sua importância.

Nesse sentido, eles administram seus negócios de forma empírica, colocando em risco a lucratividade e, como consequência, a segurança e o sucesso financeiro.

Sim, é certo que existem algumas pessoas autodidatas e que, por isso, possuem grande aptidão para comercializar.

Contudo, a ausência de uma gestão focada em dados e em números impede que o gestor saiba se sua empresa é ou não lucrativa.

Afinal, faturamento alto não é sinônimo de lucro; dessa forma, diversos outros fatores precisam ser analisados…

Mas pode ficar tranquilo, pois preparamos, neste artigo, algumas dicas que podem te ajudar em relação a esse assunto. 

Portanto, continue conosco até o fim do texto e saiba mais sobre o DRE!

O DRE possibilita uma visão mais clara que favorece a tomada de decisão

O Demonstrativo de Resultado e Exercício – DRE – é uma ferramenta indispensável na gestão de uma empresa.

Apesar de, a princípio, parecer um processo simples, a regra de cálculo que parece básica traz uma complexidade de números.

Por esse motivo, é importante que os pequenos empreendedores confiem esta missão de gerenciamento contábil a um profissional capacitado.

Continuando, o DRE é um documento preciso que viabiliza uma percepção clara das movimentações financeiras das empresas e, que por meio delas, sejam tomadas decisões mais assertivas.

Além disso, graças a essa análise torna-se possível traçar estratégias eficientes, utilizando ações adequadas para lidar com os diversos cenários, seja em períodos de alta procura ou em sazonais.  

Então, agora que você já sabe da importância do DRE, confira no próximo tópico algumas dicas de ouro que poderão t auxiliar. 

Top 3: confira os 3 passos que vão lhe mostrar se sua empresa é lucrativa

1- Organize as despesas

Muitos empreendedores deixam escapar algumas despesas quando vão listá-las: e esse é um erro bastante prejudicial.

Sempre coloque em sua planilha todos os custos operacionais individuais ou compartilhados, como:

  • Água;
  • Luz;
  • Telefone;
  • Internet.

2- Categorize seus gastos

Separe suas despesas em categorias e diferencie-as em:

  • Despesas fixas: que não variam, como aluguel, salários, luz e água;
  • Despesas variáveis: que se modificam de acordo com a produtividade, como embalagem e frete.

Desse modo, é possível discernir bem o que é custo e o que é investimento, e essa categorização é importante para o momento de tomada de decisão, baseando-se no que o seu orçamento permite.

3- Diferencie faturamento e lucro

Definitivamente, uma palavra não é sinônimo da outra, ou seja, o fato de a loja ter vendido muito não necessariamente trará lucro. 

Sendo assim, faça as devidas contas e nunca perca de vista o que está entrando em seu caixa e fique atento ao que não está sendo recebido.

Uma contabilidade pode te ajudar nessa tarefa!

Algumas ações básicas podem ser fundamentais para que você proteja o seu patrimônio, porém outras tendem a ser mais complexas e burocráticas.

É por isso que vale a pena investir no suporte de profissionais capacitados para elaborar seu DRE.

Assim, você saberá exatamente quais produtos são rentáveis e quais não devem permanecer na sua gama.

E mais, uma análise contábil detalhada te ajudará a aplicar a margem correta no produto, afinal, infelizmente, o número de empreendedores que definem os preços de maneira equivocada é grande.

Sendo assim, procure uma empresa capacitada e confie em quem se preocupa de verdade com a sua saúde financeira.

Conte com o suporte da Nacional!

A boa notícia é que a Nacional tem exatamente aquilo de que você precisa para lidar com essa questão da melhor forma possível.

Nesse sentido, não perca mais tempo e entre em contato com nossos profissionais agora mesmo para saber mais sobre o serviço contábil ideal para o seu negócio!

Conhecer os resultados da sua empresa

Descubra Como Utilizar O Balanco Patrimonial Para Identificar A Saude Financeiro Do Seu Negocio Blog - Nacional Contabilidade

Balanço patrimonial: como usar a favor da saúde financeira

Balanço patrimonial: use-o para medir a temperatura da sua empresa

Entenda como utilizar o balanço patrimonial a favor do financeiro do seu negócio

O balanço patrimonial é um dos mecanismos responsáveis por aferir a temperatura, ou seja, a saúde financeira do seu negócio.

A utilização eficiente dessa fonte pode trazer inúmeros benefícios ao seu empreendimento, e nós falaremos melhor disso na sequência deste artigo.

Afinal, é a partir deste recurso que você terá o domínio sobre as ações, sobre os bens e sobre as obrigações da sua empresa.

Ocorre que os procedimentos são, muitas vezes, demasiadamente burocráticos; neste momento, entra o profissional que pode te ajudar a descomplicar e a manter o controle sobre a sua empresa.

Preparamos um conteúdo exclusivo contendo tudo sobre balanço patrimonial. Vamos lá?

Entenda melhor o que é um balanço patrimonial!

Trata-se de um relatório contábil que contém as movimentações financeiras referentes a um determinado período.

É uma unidade de medida eficaz para apontar o valor dos bens, dos direitos e das obrigações do negócio naquele determinado período.

Existem alguns outros motivos que reafirmam a importância de organizar sua empresa por meio deste processo. 

Vamos, então, conhecer quais são eles e as justificativas que os tornam fundamentais:

1- Conhecer as fontes dos recursos

A rentabilidade da sua empresa se dá pela análise da origem dos recursos. Essa é uma das informações primordiais.

E isso acontece quando as fontes de recurso apresentam um custo menor do que a rentabilidade da aplicação do investimento. 

Uma outra situação que é sempre levada em conta na elaboração de um balanço patrimonial e do DRE é o chamado prazo de maturação dos investimentos, que consiste basicamente em: para investimentos maiores, busque linhas de crédito mais longas.

2- Aferir os principais indicadores 

A situação financeira do seu negócio pode ser calculada de acordo com os indicadores, sejam eles de rentabilidade, de liquidez ou de endividamento.

3- Estruturar as informações de uma empresa

De uma maneira detalhada, listamos três itens que podem facilitar a compreensão do balanço patrimonial da sua empresa. Confira!

  • Ativo

Este item refere-se aos bens e aos direitos acerca da empresa, bem como aos ganhos que podem ser gerados mais à frente.

É tudo aquilo que está sob os comandos da empresa, tais como máquinas, equipamentos…

Os direitos, por sua vez, são toda aquela parte do ativo que não está em posse da empresa. Um exemplo disso são os títulos a receber de clientes.

  • Passivo 

Já este item abarca tudo aquilo que tange dívidas e obrigações financeiras, sendo elas com outras empresas, com colaboradores e até mesmo com a justiça.

  • Patrimônio líquido

Por fim, chegamos à diferença entre a relação ativo x passivo, que trata de todas as obrigações com a sua empresa ou mesmo os recursos próprios dela.

Conclusão

Este artigo trouxe para você a importância de elaborar o balanço patrimonial da sua empresa, bem como os seus benefícios.

Aliado ao Demonstrativo de Resultados, o BP é um grande aliado na mensuração da saúde financeira do seu negócio.

Somado a isso, é a ferramenta que permite ações mais estratégicas a partir de dados pontuais.

Para deixar o seu negócio mais rentável e organizado, procure uma empresa de contabilidade e conheça melhor os processos.

Pare de administrar por meio apenas do conhecimento empírico. Cuide do futuro.

Certifique-se de que o seu empreendimento está no caminho certo e tenha vida longa economicamente.

Utilizar o balanço patrimonial a favor do financeiro do seu negócio

Descubra Como A Revisao Fiscal Pode Evitar Prejuizos Financeiros Blog - Nacional Contabilidade

Revisão fiscal: entenda como evitar prejuízos financeiros

Revisão fiscal: nunca mais pague nem um centavo a mais do que você deve!

Entenda como funciona a revisão fiscal e de que forma ela é uma grande aliada do seu financeiro

A revisão fiscal é uma importante ação dentro de uma empresa, sendo capaz de auxiliar a resgatar alguns valores pagos em excesso.

Não há como negar que, no Brasil, ser empreendedor é algo desafiante frente à alta carga tributária vigente. 

Sendo assim, conhecer formas de pagar somente o que é justo é crucial para melhorar o caixa da sua empresa. 

Esse é o principal objetivo da revisão fiscal: reavaliar os impostos já pagos para saber o que pode ser resgatado e rever os que ainda precisam ser pagos. 

Quer aprender mais sobre o assunto? Continue lendo o artigo e confira as informações que preparamos para você.

Revisão fiscal: uma forma de cumprir com as obrigações sem perder dinheiro

A primeira coisa que precisamos evidenciar é que, para fazer a revisão fiscal, é importante contar com uma equipe experiente e com o conhecimento específico para esse tipo de serviço. 

Dessa forma, o primeiro passo será uma análise de todos os impostos que estão sendo pagos pela empresa na atualidade. 

Nessa análise, serão levantadas todas as alíquotas, bem como os valores atuais e dos últimos 5 anos. 

Em seguida, é preciso analisar as regras vigentes no que diz respeito ao pagamento de tributos, verificando se houve alguma mudança. 

De acordo com a legislação vigente, toda empresa pode reavaliar os impostos pagos nos últimos 5 anos e recuperar valores pagos.

Por isso, a revisão fiscal é tão importante, uma vez que permite melhorar mesmo que parcialmente o capital da empresa. 

Demais vantagens da revisão fiscal

Além disso, é possível ainda obter outras vantagens, sendo elas:

  • Obtenção de descontos consideráveis no pagamento dos tributos futuros; 
  • Redução de despesas fixas, contribuindo para maior investimento no negócio;   
  • Maior facilidade na gestão tributária da empresa.

É muito importante que a equipe escolhida para fazer a revisão fiscal dedique-se inteiramente a essa tarefa. 

Pois, além de analisar os impostos pagos, é preciso saber quais mudanças ocorreram na legislação e quais estão vigentes.

Dessa forma, será preciso um estudo detalhado de todos os pagamentos de tributos feitos para que, assim, possa ser verificada a possibilidade de recuperação desses créditos, sempre levando em consideração o prazo máximo de 5 anos. 

É muito importante a contratação de uma equipe especializada para fazer a revisão, uma vez que essa é uma ação muito importante. 

Muito mais que recuperar créditos, ela vai contribuir para que a sua empresa tenha uma boa gestão tributária, evitando o pagamento de encargos inadequados e o aumento das despesas. 

Conclusão

Enfrentar as dificuldades impostas pelo sistema tributário brasileiro é um desafio para todos os gestores. 

Afinal, o pagamento de impostos e de demais obrigações acessórias exige que parte do lucro seja destinado ao fisco. 

Sendo assim, é necessário fazer a revisão fiscal a fim de recuperar créditos e de realizar a devida adequação tributária. 

Dessa forma, sua empresa terá menos despesas e, consequentemente, maior liberdade financeira, possibilitando investimentos que não comprometam a saúde financeira do seu negócio.

Não perca mais tempo, contrate uma equipe especializada na prestação de serviços de revisão fiscal e tenha mais tranquilidade para gerir o seu negócio. 

Entre em contato conosco ainda hoje!

Nunca mais pague nem um centavo a mais do que você deve!