Livre Se Das Preocupacoes Com Declaracoes Fiscais E Previdenciarias Seguindo As Nossas Dicas Blog - Nacional Contabilidade

Você pode rir das preocupações com declarações fiscais e previdenciárias se seguir este simples plano

Livre-se das preocupações com declarações fiscais e previdenciárias seguindo as nossas dicas!

As preocupações com declarações fiscais e previdenciárias são motivo de dor de cabeça para muitos gestores, uma vez que erros podem causar pagamento de multas.

É muito importante contar com uma assessoria contábil competente para que o gestor seja orientado sobre qual o melhor regime tributário. 

O pagamento dos tributos certos e nas datas estipuladas pelo sistema tributário é algo que não pode jamais ser negligenciado. 

Quer aprender 3 dicas para nunca mais ter preocupações com declarações fiscais e previdenciárias

Continue lendo o texto abaixo com bastante atenção.

3 dicas para você ficar livre das preocupações fiscais e previdenciárias

1. Fique atento às datas 

Ficar atento aos prazos é a primeira dica para quem quer ficar livre das preocupações fiscais e previdenciárias.

O próximo passo é providenciar toda a documentação necessária e fazer a sua declaração logo nos primeiros dias. 

Esse comportamento é totalmente contrário aos hábitos dos brasileiros no que diz respeito a cumprir os prazos. 

Quanto mais cedo você agir, menos preocupação terá. 

2. Faça sempre declarações verdadeiras

Muitos empresários com o objetivo de obter ganhos ilícitos fazem a prestação de contas usando documentos falsos. 

As declarações podem ser inverídicas das seguintes formas:

  • Emissão de nota com valor referente à metade do valor real do produto ou serviço prestado; 
  • Adulteração de notas fiscais
  • Omissão de aumento de patrimônio; 
  • Falsificação de nota fiscal; 

Se você quer ficar livre de preocupações com declarações fiscais e previdenciárias deve sempre fazer declarações verdadeiras.

3. Contrate uma assessoria contábil competente

Se você deseja evitar problemas com as declarações fiscais e previdenciárias, a melhor opção é contratar uma boa assessoria contábil. 

É necessário que a equipe contratada seja realmente capacitada e que tenha conhecimentos técnicos sobre o assunto. 

Ademais, o tempo de experiência também é fundamental para uma boa prestação de serviços.

Antes de fechar o contrato com o escritório de contabilidade, é preciso verificar alguns critérios. São eles: 

  • Nível de formação da equipe: é preciso que os profissionais tenham, pelo menos, o nível superior em Direito ou em Ciências Contábeis; 
  • Experiência na área: é preciso que os profissionais contratados tenham experiência nesse tipo de serviço para evitar problemas. 

Conclusão

A melhor maneira de evitar as preocupações com declarações fiscais e previdenciárias é contando com profissionais competentes. 

Dessa forma, você terá orientações técnicas para não perder os prazos, além de evitar problemas de multas.  

Outrossim, seu negócio terá o enquadramento necessário para que você não corra o risco de pagar nenhum tributo desnecessário, evitando, assim, o desperdício de dinheiro e o comprometimento das finanças empresariais com recursos que não voltarão ao caixa. 

Sendo assim, contrate ainda o serviço de assessoria contábil e fique livre das preocupações com declarações fiscais e previdenciárias. 

Essa é a melhor forma de ter tempo para fazer uma gestão de qualidade do seu negócio e de pensar de forma estratégica a fim de que ele cresça cada vez mais. 

CLIQUE AQUI E FALE JÁ COM OS NOSSOS ESPECIALISTAS PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Descubra Agora Como Economizar Dinheiro Com Incentivos Fiscais Blog - Nacional Contabilidade

Como sua empresa pode economizar dinheiro com incentivos fiscais

Descubra agora como economizar dinheiro com incentivos fiscais!

Sua empresa pode contar com meios oficiais para economizar dinheiro com incentivos fiscais.

A fim de conseguir se beneficiar dos recursos e oportunidades disponíveis, você precisa de um planejamento tributário adequado. Para tanto, é necessário conhecer os incentivos fiscais oferecidos pelo governo.

Não perca seu tempo e a chance de economizar recorrendo aos incentivos fiscais!

Eles existem para isso, para fomentar os negócios e empreendimentos, bem como para financiar projetos sociais que beneficiam a sociedade.

Quer saber como usar os incentivos fiscais e como impulsionar seu empreendimento? Vejamos como fazer isso!

Conheça os principais incentivos fiscais

Para economizar dinheiro com incentivos fiscais, o planejamento tributário de sua empresa não pode ser negligente em ponto algum.

O caminho é conhecer os incentivos fiscais disponibilizados nos níveis federais, estaduais e municipais. Em seguida, escolha, dentre eles, o que mais benefícios lhe propiciará.

Os incentivos fiscais federais se limitam às empresas com tributação pelo Lucro Real, se esse é o seu caso, verifique a conveniência de utilizá-lo.

Os impostos federais mais conhecidos são a Lei do Incentivo ao Esporte e a Lei do Audiovisual. Além desses, há o RECAP útil para a compra de Bens de Capital para Empresas Exportadoras.

Estude as vantagens e as conveniências de cada incentivo para a realidade de seu empreendimento.

Para outros regimes de tributação, existem outros tipos de incentivos fiscais, sendo, desse modo, possível estudar os incentivos estaduais e municipais.

Sabe-se que algumas regiões do país e até mesmo grandes estados do Brasil carecem de investimentos financeiros.

As necessidades locais e regionais determinam as políticas públicas e a concessão de incentivos que não são cumulativos. 

Antes de iniciar seu empreendimento, fique por dentro disso, pois seu empreendimento poderá usufruir ou não de determinados benefícios, a depender do local, que ajudarão a direcionar suas decisões.

Vantagens conferidas pelos incentivos fiscais:

  • Competitividade;
  • Redução de carga tributária e ampliação da margem de lucro;
  • Atração do interesse de bons profissionais.

A Secretaria Municipal da Fazenda é quem pode informar os municípios que oferecem redução ou isenção de impostos. Um incentivo fiscal bastante comum nesses casos é a redução de IPTU.

Além dos incentivos fiscais disponíveis nas três esferas, sua empresa poderá economizar dinheiro com incentivos fiscais através dos incentivos setoriais.

Dois incentivos fiscais setoriais bastante conhecidos são a Lei de Inovação Tecnológica e a Lei Rouanet.

Se sua empresa tiver as condições ideais para se beneficiar de um incentivo fiscal especificamente, é a hora de economizar dinheiro com incentivos fiscais.

Conclusão

Algumas empresas perdem a oportunidade de economizar com tributação e de investir em desenvolvimento por falta de pesquisa e de informação.

Acompanhe a evolução de seus negócios e avalie as particularidades de sua empresa. Essa prática pode ser crucial para uma estratégia eficaz na hora de garantir benefícios.

Estimule seus negócios e sua equipe mantendo seu negócio competitivo. A dinâmica interna e a externa são complementares e precisam manter-se em equilíbrio. Um negócio gerenciado gera visibilidade, desperta atenção e fala por si, economizando publicidade.

Como anda o planejamento tributário de sua empresa? Precisando revê-lo, conte com nossa assessoria e com a experiência de nossa equipe.

CLIQUE AQUI E FALE JÁ COM OS NOSSOS ESPECIALISTAS PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Saiba Como Melhorar O Seu Desempenho Ao Realizar Uma Auditoria Contabil E Venca O Seu Medo Blog - Nacional Contabilidade

COMO VENCER O MEDO DA TEMIDA AUDITORIA CONTÁBIL

Saiba como melhorar o seu desempenho ao realizar uma auditoria contábil e vença o seu medo!

Ter a sua empresa organizada afastará o medo da auditoria contábil.

Muitas empresas tendem a realizar uma auditoria quando julgam irregulares os seus processos contábeis, assim como uma suposta desorganização dentro da empresa.

Se ocorre de alguém desconfiar que possa estar acontecendo um desvio de verba dentro da empresa, também é feita a auditoria.

Muitos gestores têm medo, porque isso pode apontar diversas falhas dentro da sua empresa.

No entanto, para que você tenha um bom desempenho na hora de realizar uma auditoria, fique com a gente neste texto.

Nas próximas linhas, nós falaremos como você pode vencer esse medo!

Auditoria contábil: por que gera tanto medo?

Antes de mais nada, é importante contextualizarmos, não é mesmo?

Por isso, é importante saber quais são os pontos a serem observados durante uma auditoria contábil a fim de que, dessa forma, seja possível compreender por que muitos gestores têm medo. Vamos lá! 

  • Social;
  • Ética;
  • Econômica; 
  • Administrativa;
  • Patrimonial.

Essas são algumas das áreas que são analisadas. 

Se algum dos pontos nas áreas analisadas estiver irregular, poderá haver um resultado muito negativo para a empresa.

Auditoria contábil: o melhor balanço para a sua empresa

Uma auditoria contábil pode ser vista como um verdadeiro balanço para qualquer gestor, pois implica minuciosa análise da situação financeira de uma empresa.

Sendo assim, ter todos os registros analisados, avaliados e, por fim, perceber a verdadeira realidade da empresa são benefícios da auditoria.

Dessa maneira, você busca detalhes e sempre visando à transparência. Além disso, todo esse processo é creditado pelo CRC (Conselho Regional de Contabilidade) e pode ser executado por um profissional de ciências contábeis.

Nesse sentido, realizar uma auditoria trata-se de descobrir a realidade da sua empresa.

Erros que são encontrados durante uma auditoria contábil

Durante o processo de análise minuciosa dos documentos por parte dos profissionais da auditoria contábil, as análises também envolvem os seus funcionários e os seus gestores. 

É muito comum que, durante esse processo, muitos erros sejam encontrados, como, por exemplo;

  • Práticas contábeis indevidas;
  • Erros aritméticos nas demonstrações contábeis;
  • Manipulação de registros;
  • Alteração e manipulação de documentos;
  • Omissão de transações em registros contábeis.

Controle interno e à auditoria contábil

Se você achar necessário realizar uma auditoria contábil, pode ter certeza que você não terá tantos problemas como algumas empresas têm. 

Um bom controle interno diz muito sobre uma empresa e sobre sua conduta.

Portanto, tenha não apenas um planejamento, mas também ótimos profissionais para te ajudar nesse processo.

Conclusão

Certamente, você conseguiu entender como funciona o processo de uma auditoria contábil e que todo esse medo poderia ser evitado com um bom….

Controle interno.

Sim! O controle interno é muito importante para que você conheça, de fato, a sua empresa.

Além disso, você também poderá ficar tranquilo no momento da auditoria, afinal você tem um bom controle interno e ótimos profissionais te ajudando no decurso de todo esse processo.

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Descubra Como Fazer O Atendimento As Fiscalizacoes As Intimacoes E As Notificacoes Blog - Nacional Contabilidade

Descubra como fazer o atendimento às fiscalizações, às intimações e às notificações

Como fazer o atendimento às fiscalizações, às intimações e às notificações

No que diz respeito ao processo de atendimento às fiscalizações, às intimações e às notificações, é muito importante que você saiba atuar de forma correta durante esse processo.

Ou seja, isso inclui ter o conhecimento necessário sobre a empresa, ser conhecedor do processo administrativo etc.

Nesse sentido, é comum que muitas pessoas acabem entrando em um grande estado de pânico ao receberem uma notificação, por exemplo.

Contudo, a verdade é que não existe motivo para desespero, afinal, quando uma empresa recebe uma notificação do tipo, significa que uma das responsabilidades não foi honrada corretamente, mas há soluções para resolver o problema.

Continue conosco!

Fiscalizações, intimações e notificações, como agir diante delas?

É muito importante que, no momento de uma visita, você saiba agir corretamente, principalmente diante das perguntas que estão sempre relacionadas à empresa e aos processos administrativos fiscais, por exemplo.

Além disso, saber estes aspectos será de boa valia:

  • É preciso ter responsabilidade pelo atendimento fiscal;
  • É necessário conhecer a empresa;
  • É preciso ter conhecimento sobre as contingências tributárias existentes na empresa;
  • É preciso estar apto para dar esclarecimentos;
  • É essencial fornecer apenas os documentos que são necessários.

Além disso, saber o motivo pelo qual você está recebendo uma notificação, por exemplo, ajudará você a passar por esse processo de maneira tranquila.

Sendo assim, o atendimento às fiscalizações, às intimações e às notificações não é algo que deve tirar o seu sono, ao menos que você esteja fazendo coisas erradas. 

O atendimento à fiscalização, o recebimento da intimação e entendendo as notificações

Veja bem, muitas pessoas acabam ficando com medo, principalmente quando recebem uma notificação.

No entanto, isso pode e deve ser visto como algo positivo, por assim dizer. Isto é, você recebe a notificação, por exemplo, quando deixou de pagar ou cumprir algo que foi acordado. Dessa forma, basta entender a situação e, assim, resolvê-la.

O atendimento às fiscalizações, às intimações e às notificações não é algo de outro mundo.

Nesse viés, existem alguns modelos que são:

  • Notificação de compensação de ofício da malha;
  • Termo de intimação fiscal;
  • Notificação de lançamento;
  • A notificação fiscal e o auxílio profissional.

Cada uma delas tem o seu peso e suas finalidades. 

Seja uma intimação fiscal, com um chamado para você prestar esclarecimento à Receita Federal, seja uma notificação de lançamento, que é emitida sempre que ocorre a detecção de uma infração à legislação tributária, as notificações não devem ser motivo para desespero. 

Nacional: contabilidade pensada em você

Em alguns momentos, foi repetido que você não precisa ficar com medo ou entrar em pânico quando precisa realizar atendimento às fiscalizações, às intimações e às notificações.

Ao menos, é claro, que você esteja fazendo coisas muito erradas, o que significa que a cobrança está batendo na porta da sua empresa.

Dessa maneira, quando você deve, tem sonegado e não tem apresentado as contas corretamente, por exemplo, a tendência é que você acabe se complicando.

Contudo, quando você está dentro das normas, fazendo tudo corretamente e agindo da melhor forma possível.

Não precisa ter medo, basta agir como falamos acima que você terá sucesso!

Caso precise de ajuda, estamos aqui para te auxiliar!

CLIQUE AQUI E MANTENHA SEU NEGÓCIO SEMPRE REGULARIZADO!

Esta Pagando Valores Altos Em Impostos Veja A Importancia De Uma Orientacao Fiscal Blog - Nacional Contabilidade

PRECISA DE UMA ORIENTAÇÃO FISCAL? ENTÃO LEIA ISSO

Está pagando valores altos em impostos? Veja a importância de uma orientação fiscal

Começaremos com uma verdade muito bem definida! Você precisa de uma orientação fiscal.

Sim, você precisa disso! 

Até porque, é muito comum ver empresas pagando muito mais impostos do que deveria.

Ou seja, muitas empresas acabam pagando valores astronômicos, enquanto o faturamento delas está muito distante do que se paga.

Dessa forma, por causa do alto valor dos impostos, a parte financeira da empresa acaba sendo muito prejudicada!

Nesse sentido, o maior concorrente, o maior perigo para a sua empresa, é o alto valor que você tem pago nos impostos.

Para mudar isso, continue a leitura com a gente!

Valores astronômicos de imposto, e a necessidade de uma orientação fiscal

Bom! Como falamos há pouco, iremos reforçar mais uma vez justamente por ser a realidade de muitas empresas.

Se trata da necessidade de contar com uma orientação fiscal para que ela te sirva de auxílio!

Dessa forma, você passa a contar com um profissional altamente qualificado para te ajudar a ter uma melhor gestão nesse sentido.

Afinal, com tantas taxas, valores e cobranças, é comum que juntas, elas acabem excedendo um valor racional que uma empresa deve pagar.

E assim, levando-a, a pagar um alto valor de imposto. E por fim, ter como maior o concorrente o alto valor de imposto….

Que é pago por você!

Quanto maior o faturamento, mais impostos você paga. Então você precisa de uma orientação fiscal

A proposta é clara, se você tem um alto faturamento, a ideia é que você pague impostos altos. É assim que funciona.

Ou ao menos deveria funcionar. 

Mas o que acontece muitas vezes, não é nada disso. Por exemplo, você ter um baixo faturamento, mas ter de pagar duas vezes mais o valor que fatura.

Assustador, não é mesmo? E é nesse processo, que a orientação fiscal entra para ser o teu apoio!

A orientação fiscal, o NCM e a correção desses valores

Uma boa orientação fiscal, irá te tirar dessa “enrascada”, como também, estar atento aos;

  • Valores do NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul);
  • Descobrir as alíquotas dos impostos;
  • E por fim, evitar o prejuízo.

Nesse sentido, através do NCM, você consegue identificar os valores seja o seu produto fabricado ou revendido.

Ao analisar os valores, você consegue identificar se algum deles estão sendo equivocadamente cobrado de maneira errada.

E por fim, o imposto passa a ser cobrado de forma errônea. 

Por isso, é muito importante que você tenha profissionais qualificados e engajados, ao que tange a área fiscal.

Conclusão

Sendo assim, quando você conta com profissionais altamente qualificados e capacitados.

A boa orientação fiscal será de grande valia para você que poderá trabalhar mais tranquilo, como também para a sua empresa.

Que deixará de pagar altos valores de impostos por cobranças de valores equivocados. 

Por isso, esteja atento aos detalhes, atentos às cobranças de impostos que chegam até você.

Para que dessa forma, você possa evitar grandes problemas e prejuízos financeiros para sua empresa!

Um bom planejamento tributário e uma interpretação correta, ajudará de maneira incrível você a lidar com essas questões.

CLIQUE AQUI E TENHA UMA GESTÃO FISCAL DE EXCELÊNCIA!

Veja Como As Certidoes Negativadas De Debito Podem Ser Um Risco Ao Seu Negocio Blog - Nacional Contabilidade

COMO SE LIVRAR DA DOR DE CABEÇA DAS CERTIDÕES NEGATIVAS DE DÉBITO

Veja como as certidões negativas de débito podem ser um risco ao seu negócio

As certidões negativas de débito é que vão viabilizar que uma pessoa ou empresa tenha seu nome limpo.

Da mesma forma que acontece com milhares de pessoas, além de honrar o nome, vantagens como conseguir crédito no mercado é possível. 

Ou seja, a Certidões Negativas de débito (CND) visa provar que a empresa ou bens móveis e imóveis não possuam débitos perante aos órgãos públicos, nem que existam ações civis, criminais ou federais. 

Esse documento possui vários subtipos, como por exemplo a certidão negativa de débitos tributários (federal, estadual e municipal); de protesto, de falência, etc.

A fim de evitar possíveis transtornos para você e seu empreendimento apresentamos neste post os principais problemas acarretados pela CND.

Quer aprender mais sobre ele? Continue lendo o texto abaixo com bastante atenção.

Como a CND pode oferecer prejuízos à sua empresa

Como o principal objetivo das certidões negativas de débito é atestar que não existem pendências em seu nome, sejam elas fiscais ou tributárias.

É por meio desse documento que o empreendedor consegue ter maior controle financeiro e tributário do seu empreendimento.

Consequentemente, problemas com inadimplências podem acarretar em problemas no caixa e consequentemente em todo orçamento empresarial.

Em outras palavras, com as certidões negativas de débito em dia, poderão ser evitados problemas relacionados à:

  • Órgãos governamentais;
  • Orçamento empresarial. 

Se você chegou até aqui e descobriu a importância da CND e deseja fazer sua emissão, precisa certificar-se de que tudo esteja regularizado, ou seja, sem pendências.

Como emitir as certidões negativas de débito?

Embora existam órgãos que só viabilizam a solicitação da CND de forma presencial, a maioria das entidades realiza a emissão por meio de sites.

Em ambos os casos, é preciso ter em mãos o CPF no caso de pessoas físicas, ou CNPJ no caso de pessoas jurídicas.

Essas certidões podem ser gratuitas ou pagas, a depender do órgão.

Como já dito, a emissão da certidão negativa de débito só será possível se não houver nenhum descumprimento das obrigações financeiras e fiscais.

Sendo assim, você precisará regularizar a situação para que tenha posse desse documento.

Vantagens proporcionadas pela CND

  • Comprovar a regularidade fiscal;
  • Possibilidade para participar de licitações;
  • Conseguir financiamentos de bancos públicos como o BNDES;
  • Conseguir melhorar a classificação do risco;
  • Expansão dos negócios.

Principais tipos de CND que são solicitadas

  • Certidão de Tributos Estaduais;
  • Certidão da Dívida Ativa do Estado;
  • Certidão de Tributos Municipais;
  • Certidão da Dívida Ativa Municipal.

Conclusão

Enfim, ao chegar até aqui você pôde entender a importância de manter em dia as obrigações fiscais e financeiras de sua empresa.

Que podem ser comprovadas pela certidão negativa de débitos e por meio dela vários benefícios podem ser conquistados por sua empresa.

Dentre elas a possibilidade de conseguir empréstimos em bancos públicos para conseguir expandir seu negócio.

Você também viu algumas das certidões que podem ser solicitadas e existem diversas outras, que podem ser apresentadas a você por um bom contador.

Portanto, se você deseja saber mais sobre as certidões negativas de débito e como estar em dia com as obrigações fiscais e financeiras para isso, faça contato hoje mesmo com um profissional de confiança.

CLIQUE AQUI E GARANTA QUE SEU NEGÓCIO ESTEJA EM DIA COM AS OBRIGAÇÕES FISCAIS E FINANCEIRAS!

Sabia Que Tem Uma Maneira De Impedir Que Sua Empresa Perca Dinheiro Veja Agora Mesmo Blog - Nacional Contabilidade

BASE FISCAL ISSO PODE IMPEDIR QUE SUA EMPRESA PERCA DINHEIRO

Sabia que tem uma maneira de impedir que sua empresa perca dinheiro? Veja agora mesmo

Basicamente a base fiscal de um ativo ou passivo refere-se a quantia que a eles é atribuída com finalidades fiscais.

A quantia que será dedutível para finalidades fiscais contra quaisquer benefícios económicos tributáveis está inserida na base fiscal de um ativo.

Se esses benefícios econômicos não forem tributáveis, a base fiscal do ativo for igual à sua quantia escriturada.

Já a base fiscal de um passivo, diz respeito à sua quantia escriturada, subtraindo qualquer valor que será dedutível para finalidades fiscais respeitando esse passivo em períodos futuros.

Quer saber mais como a base fiscal pode ajudar a sua empresa a não perder dinheiro? Leia atentamente esse artigo.

O que são ativos e passivos

Depois que acontecem eventos que interferem nos lucros, aumentando ou diminuindo, surgem algumas diferenças.

O intervalo de valores devidos, são os passivos, já os valores recuperáveis ou créditos futuros são os ativos.

Entendendo a base fiscal

Diferentemente do que muitos pensam, base fiscal não é o mesmo que lucro tributável. 

Ela pode ser entendida como o valor sobre o qual os efeitos fiscais incidem.

Assim, os ativos podem determinar um lucro tributável divergente da base fiscal.

Embora haja frequentemente confusão entre os três termos descritos até agora, pode ser que dois ou mais deles sejam iguais.

Como reconhecer os ativos e passivos recorrentes?

Os valores que devem ser contabilizados como passivos, são aqueles referentes a lucros tributáveis correntes, ou os de períodos anteriores.

Sendo assim, conforme os pagamentos das empresas são realizados, esses passivos são diminuídos e assim que compensados, são extintos

Se acontecer desses pagamentos ultrapassarem o montante devido, seja na competência atual ou de exercícios anteriores, esses valores são reconhecidos como ativos fiscais.

Que é a mesma situação quando ocorre prejuízo fiscal, que é utilizado para recuperação de tributos do período anterior.

E quanto ao prejuízo fiscal ou créditos não utilizados, como reconhecer?

Assim como é feito para contabilizar o prejuízo que deve ser feito com os créditos fiscais, é fundamental reconhecer um ativo fiscal diferido. 

Sendo obrigatório que a disponibilidade futura de lucro tributável seja provável, podendo assim ser feita a utilização desse diferido contabilizado.

Essa   disponibilidade do lucro tributária pelo laudo específico emitido por um auditor independente.

Como apresentar a despesa tributária

Elementos como pré e pós-lucro são envolvidos na despesa tributária. 

Portanto, todos eles devem ser colocados nas demonstrações de maneira separada como descrito abaixo:

  • Despesa corrente;
  • Ajustes de tributos reconhecidos para exercícios anteriores;
  • Despesa de tributos diferidos relacionada com diferenças temporárias;
  • Despesa de tributos diferidos relacionada com alterações de alíquotas tributárias ou novos impostos;
  • Benefício advindo de prejuízo fiscal, crédito tributário ou diferença temporária na contabilidade em exercício anterior, para redução de tributo diferido;
  • Tributo diferido consequente de suspensão ou reversão de ativo diferido.

Conclusão

Para realizar a medição dos ativos e passivos fiscais diferidos é preciso demonstrar as expectativas da empresa em relação aos mesmos.

Seja ao final do exercício de contabilização, na liquidação ou recuperação de ativos ou passivos.

Porém, como podemos perceber, a apuração e o reconhecimento de tributos sobre o lucro e suas outras informações, como a base fiscal são parte de algo maior: a contabilidade de impostos

CLIQUE AQUI E TORNE SUA GESTÃO TRIBUTÁRIA EFICAZ COM QUEM ENTENDE DO ASSUNTO!

Descubra Agora Os Documentos Que Sua Empresa Precisa Manter Blog - Nacional Contabilidade

ARQUIVO CONTÁBIL: QUAIS DOCUMENTOS QUE SUA EMPRESA DEVE MANTER

Descubra agora os documentos que sua empresa precisa manter

Manter a organização do arquivo contábil deve ser uma das preocupações do gestor.

Para isso, é necessário designar um profissional que tenha condições de manter essa organização e de, assim, evitar possíveis transtornos no dia a dia.

Dessa maneira, a empresa evita possíveis prejuízos, como ter que pagar em duplicidade um tributo ou até receber multas por não conseguir comprovar alguma obrigação acessória.

A fim de que você descubra quais documentos a empresa deve manter em seu arquivo contábil e por qual período, leia atentamente este artigo.

Quais documentos fundamentais quanto ao arquivo contábil e por quanto tempo devem ser guardados?

Dentre os principais documentos que devem constar no arquivo contábil, podemos citar:

  • Guias de recolhimento;
  • Notas fiscais;
  • Documentos contábeis;
  • Livros fiscais;
  • Declarações entregues ao Fisco;
  • Comprovantes trabalhistas.

Segundo o Fecomercio SP, o prazo médio para que os documentos façam parte do arquivo contábil é de 5 anos.

Porém, existem outros casos de documentos como as folhas de pagamento e o arquivo eletrônico. Eles devem ser armazenados por 10 anos.

Já os documentos relativos ao FGTS precisam ser armazenados por, no mínimo, 30 anos.

Se, por algum motivo, a empresa perder ou não armazenar os documentos pelo tempo estabelecido, pode correr o risco de fazer o recolhimento do tributo novamente.

Ademais, pode ser multada caso não apresente determinado comprovante ao órgão fiscalizador.

Imagine ter sua defesa dificultada em um processo judicial, fiscal ou trabalhista pela falta de um documento…

A fim de evitar que sua empresa abra mão de algum documento importante em seu arquivo contábil, listamos abaixo o prazo de armazenamento de alguns deles:

Armazenamento –  5 anos

  • CSLLContribuição Social sobre Lucro Líquido; 
  • PISPrograma de Integração Social;
  • COFINSContribuição para Financiamento da Seguridade Social 
  • Simples Nacional;
  • Notas fiscais, recibos e demais comprovantes de lançamentos;
  • Livros fiscais e contábeis;
  • Sistemas eletrônicos de dados de escrituração fiscal ou contábil;
  • Declarações: DIPJ, DCTF, DIRF;
  • Declaração de Ajuste Anual – declaração e comprovantes de lançamentos;
  • Recibo de pagamento de salário, de férias, de 13º salário e de controle de ponto.

Armazenamento – 30 anos

  • FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço;
  • Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP);
  • Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS e da Contribuição Social (GRFC);

Armazenamento – 10 anos

  • Folha de pagamento;
  • Sistemas eletrônicos de dados trabalhistas e previdenciários.

Arquivo contábil digital

Com o avanço da tecnologia, muitas empresas têm utilizado esse artifício para facilitar o armazenamento do arquivo contábil e para ter acesso rápido aos documentos.

Ao escanear esses documentos, é possível organizá-los de maneira digital, seja em pendrives, em HDs externos ou armazenamento na nuvem.

Conclusão

Enfim, o arquivo contábil se faz necessário não só para manter uma boa organização de histórico importante para a empresa, como também para efeitos de comprovação perante os órgãos fiscalizadores.

Saber quais documentos devem ser armazenados, bem como os prazos que devem ser respeitados para a guarda, é essencial.

Para que possa ter uma maior orientação, já que a quantidade de tributos e de impostos que a legislação brasileira impõe é alta, o mais indicado é buscar uma consultoria contábil.

CLIQUE AQUI E CONTRATE OS SERVIÇOS DE UM ESPECIALISTA EM CONSULTORIA CONTÁBIL!

Tudo O Que Voce Precisa Sobre Escrituracao Contabil Para Seu Negocio Blog - Nacional Contabilidade

Escrituração Contábil: o que ela tem a dizer sobre o seu negócio

Tudo o que você precisa sobre escrituração contábil para seu negócio

A escrituração contábil consiste basicamente nos registros que são realizados pelo contador. Nela, constam todos os fatos que são relacionados às atividades de um negócio.

O profissional contábil é responsável pela produção de relatórios, pelo envio de declarações e pela apuração de impostos.

Seja qual for o porte ou o ramo de atuação, toda empresa deve manter sua escrituração contábil atualizada.

Quer saber mais sobre essa ferramenta indispensável para o bom desempenho do seu empreendimento?

Leia com atenção este artigo e saiba tudo que precisa saber sobre escrituração contábil.

Como é a realização da escrituração contábil e quais suas vantagens?

Por meio da produção de relatórios, a escrituração contábil oferece à empresa importantes informações que contribuem para as tomadas de decisões.

Além disso, facilita o cumprimento de obrigações perante o fisco e, ainda, permite maior transparência da empresa diante dos acionistas e da sociedade em geral.

Existem outras vantagens que a escrituração contábil viabiliza para a empresa e que fazem toda a diferença para o seu desenvolvimento, como:

  • Oferecer à empresa maior controle financeiro e econômico;
  • Servir como prova em causas trabalhistas; 
  • Facilitar o acesso às linhas de crédito;
  • Melhor distribuição dos lucros e diminuição da carga tributária
  • Apresentar aos sócios que estão se desligando da sociedade a verdadeira situação patrimonial a fim de apurar haveres ou venda de participação;
  • Cumprir as exigências referentes à prestação de contas, impostas pelo Código Civil

Sendo assim, quando um empreendimento utiliza a escrituração contábil a seu favor, garante maior idoneidade e transparência em suas ações.

A fim de que seja realmente eficiente, o contador deve considerar os aspectos gerenciais, bem como os tributários.

Por tudo isso, é de suma importância contar com a parceria de um profissional qualificado e competente.

Dessa maneira, você estará seguro que o pagamento dos tributos e o envio de declarações serão realizados no prazo correto.

Como resultado, os gestores estarão livres de preocupações desnecessárias com os órgãos fiscalizadores e, ainda, terão segurança de que estão no caminho certo para o sucesso.

Ou seja, além de certificar-se que seu negócio está seguro, o dia a dia da rotina de trabalho será menos exaustivo.

O contador não só realizará a escrituração contábil de maneira correta, como lhe dará auxílio na adequação dos processos internos.

Conte com uma contabilidade!

Em síntese, a escrituração contábil é de grande valia para o desempenho da empresa como garantia de estar em conformidade com as exigências da lei.

A escrituração contábil é a base para a entrega de maneira adequada de documentos essenciais para uma empresa.

Dentre eles, podemos citar o Balanço Patrimonial, a Demonstração de Resultado de Exercício, a Declaração de Imposto de Renda e outros tantos.

Devido à complexidade desse trabalho, é necessário que seja realizado por um profissional qualificado e atualizado.

O contador possui técnica e conhecimento para realizar um trabalho impecável e que permite que sua empresa esteja amparada legalmente.

Logo, você terá maiores condições de competir no mercado em que atua.

CLIQUE AQUI E TENHA AUXÍLIO DE UM ESPECIALISTA PARA MANTER SUA EMPRESA NA LEGALIDADE!

Voce Sabe O Que E E Para Que Serve O Livro Razao Leia E Surpreenda Se Blog - Nacional Contabilidade

Livro Razão: o que ele tem a dizer sobre o seu negócio?

Entenda o que é o Livro Razão e por que gestores precisam se atentar a ele

No artigo que preparamos hoje você entenderá o que, de fato é o livro razão e como ele contribui para a conformidade legal da sua empresa

O Livro Razão, assim como o Livro Diário são os livros contábeis obrigatórios para toda empresa.

Até 2007 o Livro Razão precisava ser elaborado, emitido e assinado pelo contador responsável.

Tendo sido criado o SPED, esse processo foi substituído pelo ECD, que é a Escrituração Contábil Digital.  

Embora o acesso à tecnologia tenha provocado tantas mudanças, o gestor deve compreender a finalidade do Livro Razão e saber como seus registros são feitos no dia a dia. 

Saiba mais sobre as informações constantes nesse livro contábil e como ele impacta os negócios de sua empresa, lendo atentamente esse post.

Qual a importância do Livro Razão para a empresa?

Fundamental para o processo contábil de uma empresa, o Livro Razão e seu completo preenchimento permite uma boa visão do patrimônio a cada transação realizada.

Isso porque consegue identificar cada conta registrada individualmente no Livro Diário, o que possibilita um maior entendimento sobre todo o patrimônio.

Embora o Livro Razão seja obrigatório apenas para empresas que recolhem o Imposto de Renda com base no lucro real, é indicado para qualquer tipo de negócio.

Com efeito, apresenta de forma detalhada todas as transações escrituradas no Livro Diário.

Para que você possa entender melhor a composição do Livro Razão, vamos mostrar quais seus principais elementos.

Elementos contábeis básicos para o Livro Razão

  • Nome e código da conta;
  • Data de lançamento de cada evento que de alguma maneira altera o patrimônio da empresa;
  • Histórico do lançamento;
  • Contrapartida — conta que complementa o lançamento da conta contábil a ser escriturada;
  • Apresentação do valor a ser acrescido e/ou diminuído da conta (crédito ou débito);
  • Saldo com as diferenças débito e o crédito de conta contábil;
  • D/C — Apontamento da natureza do saldo escriturado, sendo “D” usado para devedor e “C” para credor.

Seguindo corretamente todos esses passos do Livro Razão, algumas finalidades são alcançadas pela empresa:

  • Registrar a venda de produtos;
  • Maior controle do estoque;
  • Acompanhamento dos lucros e eventuais prejuízos.

Pelo fato dessas informações impactarem o controle realizado pelo contador sobre a gestão contábil da empresa, a legislação impõe uma padronização da contabilidade e escrituração.

Por esse motivo, manter o Livro Razão com informações em dia e seguindo as normas para sua formatação, o trabalho do contador é bastante facilitado.

O que é a Escrituração Contábil Digital

A realização manual do Livro Razão foi substituída pelo ECD, que é o sistema de Escrituração Contábil Digital.

Dessa forma, as informações passaram a ser inseridas e enviadas aos órgãos competentes de forma eletrônica.

Nacional Contabilidade: parceira em prol do sucesso do seu negócio

Em suma, por mais que o Livro Razão tenha sido substituído pela ECD, entender o seu funcionamento e para que ele serve para sua empresa é essencial.

Visto que não só as empresas são obrigadas a entregá-lo, mas qualquer outro tipo de negócio, por menor que seja, pode usufruir de seus benefícios.

As empresas submetidas ao regime tributário de lucro real ou lucro presumido, bem como as SCP, devem obrigatoriamente seguir as orientações para a entrega do ECD.

Nesse sentido, buscar a assessoria de uma boa empresa de contabilidade é fundamental para seguir adequadamente a todos o Livro Razão e garantir o sucesso da sua empresa.

CLIQUE AQUI E TENHA O AUXÍLIO DE UM ESPECIALISTA PARA GARANTIR O SUCESSO DA SUA EMPRESA!