AUMENTE O VALOR DE MERCADO DA SUA EMPRESA AGORA MESMO - POST

Aumente o valor de mercado da sua empresa

Aumente o valor de mercado da sua empresa agora mesmo!

Faça isto e aumente o valor de mercado da sua empresa

Para que você aumente o valor de mercado da sua empresa, você precisa, além de investir em marketing, ter um serviço de qualidade.

Nesse sentido, ter produtos de qualidade, atendimento de qualidade e um marketing efetivo tem participação importante nesse processo.

Esse aumento é uma estratégia excelente para conseguir, também, ótimos investidores para o seu negócio.

Não existe nada mais gratificante para um empreendedor do que ver o seu negócio, não 

apenas crescer, mas ver o valor da sua empresa aumentar.

Dito isso, iremos lhe dar dicas sobre como aumentar o valor da sua empresa no mercado! 

Leia abaixo! 

Aumente o valor de mercado da sua empresa

As estratégias no mundo empresarial é algo totalmente necessário, porque são elas que te ajudam a bater as metas e os objetivos. 

Nesse sentido, iremos agora elencar algumas estratégias, a fim de que você aumente o valor de mercado da sua empresa. 

Crescer o valor de mercado de qualquer empresa não é de uma hora ou de um dia para o outro. Ao contrário, exige dedicação e disciplina também.

É um verdadeiro desafio! E todos os empreendedores devem estar atentos a isso e aprender a elevar todo o valor de seu negócio.

Dessa forma, é possível alcançar os objetivos empresariais da sua empresa, como também lucrar com a sua empresa e ir aumentando o seu valor de mercado.

Fica a ressalva de que esse processo, como dito há pouco, não é rápido, mas tem um prazo médio e longo, por volta de 6 meses e de 12 meses.

Aumente o valor de mercado da sua empresa com estas dicas

1-) Ter um bom controle financeiro:

Organização é tudo nesse processo. Para que você aumente o valor de mercado da sua empresa, você deve conhecer toda a finança, os valores que entram e saem, a fim de que, assim, você possa cortar os gastos desnecessários e, a partir disso, investir com mais qualidade.

2-) Ter uma equipe qualificada e engajada com a causa: 

Essa dica se aplica em todos os negócios, mas deve ter uma atenção maior no que tange o aumento de valor de mercado.

Apenas com uma equipe qualificada e com expertise você pode oferecer um atendimento de qualidade, prestar um serviço com eficiência e ser reconhecido por isso.

3-) Reveja os seus valores:

Reavaliar o preço do seu produto ou do seu serviço e reajustá-lo é importante depois de avaliar os custos.

4-) Estratégia de marketing:

Uma estratégia eficaz atrai clientes, e novos consumidores são sinal de aumento de receita.

5-) Overdelivery:

Encante o seu cliente e, através disso, fidelize-o. Entregar mais do que se pede faz a diferença.

Coloque essas dicas em prática!

Em suma, neste texto, você pôde ver dicas matadoras que irão te auxiliar e servir de apoio e fazer com que você aumente o valor de mercado da sua empresa. 

Estar atento a essas dicas e aplicá-las fará uma grande diferença no seu negócio, ajudando você a escalar não apenas as suas vendas, mas também o seu valor no mercado.

Essas dicas estão relacionadas não apenas à empresa, mas também aos clientes, porque é por meio deles que o seu aumento vem de forma exponencial.

Por isso, foque nessas dicas, coloque-as em prática e aumente o valor de mercado da sua empresa.

Uma contabilidade pode te ajudar!

É claro que essas dicas que mencionamos podem ajudar e muito a aumentar o valor de mercado da sua empresa.

No entanto, uma contabilidade pode lhe dar o empurrão necessário para, de fato, garantir os resultados que você busca.

Por isso, entre em contato conosco, da Nacional, agora mesmo para obter o melhor suporte contábil!

Estamos te aguardando!

Aumente o valor de mercado da sua empresa!

DESCUBRA O QUE VOCE PRECISA SABER PARA ABRIR UMA MICROEMPRESA - POST

Abrir uma microempresa – o que preciso saber?

Descubra como abrir uma microempresa de forma simples

Quer ser dono do seu próprio negócio? Aprenda tudo sobre como abrir uma microempresa de forma simples

Para abrir uma microempresa de forma simples, você deve escolher um ramo e seguir a legislação vigente.

A escolha da atividade a ser exercida deve buscar atender às necessidades e sanar a aridez de uma região.

Boas possibilidades e oportunidades podem ser encontradas a partir de um olhar atento.

Algumas áreas podem estar saturadas e pedem uma oferta de serviço bastante diferenciada ou de melhor qualidade: é tarefa árdua.

Às vezes, parece que o mercado já oferece tudo que a sociedade precisa, mas não se abale.

Encontrar um produto ou serviço que ainda não está disponível é o sonho de todo empreendedor, invista nisso.

Se pretende abrir uma microempresa, descubra mais, continue lendo o artigo.

O que você deve saber ao abrir uma microempresa?

Há algumas informações que você deve saber sobre o meio empresarial ao abrir uma microempresa. 

Ao abrir Pesquisas do IBGE de 2015,  percebe-se que elas apontam uma taxa de 60% de mortalidade das empresas após 5 anos de atuação.

Segundo o mesmo estudo, a taxa de sobrevida é menor em empresas com maior número de funcionários.

Essa é uma notícia boa para o microempreendedor que trabalha com número reduzido de colaboradores.

Em geral, o sucesso ou fracasso de uma empresa está relacionado a três fatores: planejamento, gestão e postura do gestor.

Abalar um desses coeficientes fatalmente fará a empresa enfrentar uma crise interna, gerando problemas de ordem estrutural e financeira.

Pequenos problemas e desafios de rotina podem ampliar de tamanho e proporção, provocando ondas de instabilidade.

A postura do gestor é vital e o empreendimento depende muito mais de sua disciplina, competência do que de outros fatores.

Para empresas que buscam o sucesso, é importante criar estratégias de sustentabilidade e estabilidade.

É importante não confundir estabilidade com inércia, um negócio que não vai para lugar nenhum e tende a morrer.

Uma empresa precisa suportar taxas de crescimento significativas para manter-se ativa e competitiva.

Como abrir uma microempresa e empreender com sucesso?

Para abrir uma microempresa bem-sucedida, você pode contar com a sorte, mas nunca deve depender dela.

Bons negócios continuam sendo abertos e prosperando a despeito de crises, esse é um fator importante; não determinante.

Para alcançar sucesso, alguns requisitos são indispensáveis:

  • Experiência, estudo e conhecimento da atividade exercida;
  • Oferta de serviços ou produto de qualidade para atender às expectativas;
  • Recursos minimamente suficientes ou boas estratégias de captação;
  • Potencial de crescimento e de ampliação;
  • Reserva para emergência;
  • Gestão fiscal e financeira sólida;
  • Boa aceitação e reputação junto à clientela.

Conte com o apoio da Nacional!

Existem exigências burocráticas específicas para abrir uma microempresa, mas essa ação não se trata de empreitada impossível.

O auxílio de uma empresa de contabilidade com experiência e elevado grau de confiança no mercado é de suma importância.

Ser orientado por um contador que domina os trâmites legais e saiba como atender às demandas do sistema vai simplificar o processo.

Em pouco tempo, sem complicações e da forma mais econômica, você poderá se tornar o proprietário de um negócio promissor.

Para a felicidade de todos, a Nacional pode te ajudar nesse sentido! Conte com contadores muito bem qualificados e consiga abrir uma microempresa de forma assertiva.

Para isso, basta falar com um de nossos consultores. Estamos te aguardando!

QUERO ENTRAR EM CONTATO!

CONHECA AS DIFERENTES NATUREZAS JURIDICAS ANTES DE ABRIR SUA EMPRESA - POST

Abrir uma empresa: conheça as naturezas jurídicas

Conheça agora as diferentes naturezas jurídicas, antes de abrir a sua empresa!

Para abrir uma empresa de forma legal, é preciso conhecer as diferentes naturezas jurídicas

Para abrir uma empresa, é importante conhecer os principais tipos de naturezas jurídicas do Brasil: EI, EIRELI, Sociedade Limitada e Cooperativa. 

A classificação da natureza jurídica de uma empresa é o que permite aos órgãos públicos o enquadramento fiscal correto. Além disso, o planejamento tributário, direitos e deveres estão ligados a essa definição e precisam se pautar por ela.

Dessa classificação, caracterizam-se as leis de restrição correspondentes e os programas de incentivos que contemplam o tipo jurídico escolhido.

Abrir um negócio não precisa ser motivo de estresse além do comum, basta contar com a assessoria competente.

Vai abrir uma empresa e precisa saber mais? Leia as informações do artigo.

Como abrir uma empresa e definir natureza jurídica

Abrir uma empresa gera preocupação, mas é possível simplificar o processo.

O máximo de conhecimento sobre as questões burocráticas pode ser o diferencial nas tomadas de decisões práticas para o empreendimento. 

O importante é seguir o passo a passo orientado por um profissional competente e definir corretamente a natureza jurídica do negócio.

Informar-se, analisar as opções também são aspectos fundamentais para começar bem no mercado.

As etapas para abrir uma empresa são básicas e pedem a assistência de um contador. Incluem:

  • Contrato Social; 
  • Registro na Junta Comercial;
  • Alvarás;
  • Inscrição Estadual;
  • Licenças e inscrições nos órgãos de regulação.

Vai abrir uma empresa? Escolha a natureza jurídica adequada!

Conhecer os tipos de natureza jurídica existentes no Brasil é essencial para compreender o universo dos empreendimentos:

  • Empresário Individual (EI): o empresário individual atua como pessoa física, não faz distinção entre seus bens e os da empresa e não possui CNPJ;
  • Empresário individual de responsabilidade limitada (EIRELI): contempla diversas áreas de atividade, é de origem recente, 2011, e oferece liberdade para escolher a tributação conveniente;
  • Sociedade limitada: empreendimento realizado por duas ou mais pessoas, descrito no contrato social, que inclui atos constitutivos, operação, normas e capital social;
  • Cooperativa: reúne pessoas com interesses e habilidades em comum para empreender e obter vantagens econômicas e financeiras.

Há distinção entre a natureza jurídica e o porte que classifica as empresas pelo faturamento em: MEI, ME e EPP.

Todas as decisões devem basear-se em informações pontuais sobre a empresa, ou seja, porte e capital social investido.

É importante compreender que os diferentes aspectos se relacionam e que natureza jurídica, capital social e o porte podem ser modificados.

De acordo com evolução do empreendimento, o MEI pode tornar-se uma Microempresa, pois o tipo jurídico pode ser alterado sem complicações.

A assessoria contábil eficiente orienta o empreendedor para decidir de forma conveniente sobre todos os quesitos.  

Um contador pode te ajudar!

Existem muitos detalhes técnicos e burocráticos que precisam ser considerados na hora de abrir uma empresa.

Por isso, o conhecimento de um contador experiente auxilia o empreendedor a definir o tipo jurídico e o porte de seu empreendimento.

Esse conhecimento é valioso para organizar a empresa nos aspectos fiscais, financeiros e nas possibilidades de contratação de pessoal.

Além de assistir e ajustar sua empresa aos moldes que se encaixa, um profissional irá ajudá-lo a gerenciar seus empreendimentos com êxito.                          

Conheça nossa equipe e peça uma consultoria técnica agora para abrir uma empresa.

QUERO ENTRAR EM CONTATO!